Das nossas noites...




Há noites que são intermináveis e trazem consigo a dureza da vida, porém acompanhadas da candura dos anjos. Os anjos são perfumados e carregam nas mãos gotas de jasmins. Vão lavando os corredores da nossa alma, abrindo janelas para a entrada do sol, das manhãs que sempre chegam.
essas mesmas noites mostram os horizontes de todos os nossos sentidos onde, os sonhos sonhados nos levam a descobrir, corajosamente, nossas fragilidades.

Malu Silva


Comentários

  1. Hoje tive uma noite dessas.Deambular por imensos sítios,rezei e pedi a Deus
    Uma luz ao fundo do túnel.Acordei tarde mas mais revigorada.Deixei no sonho o medo e sorri.
    Obrigada.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Gosto quando você passa por aqui e deixa suas impressões...
Sempre que possível identifique-se para eu poder retornar!

Postagens mais visitadas deste blog

Eu, nas entrelinhas - À FLOR DA PELE...

Eu, nas entrelinhas - O MELHOR DE MIM...

Eu, nas entrelinhas - ANÁLISE ÍNTIMA...